sábado, 30 de abril de 2011

Quando Mergulho nos teus Olhos


André Carim

Quando mergulho nos teus olhos,
e os meus lábios frios aguardam o calor,
e o molhado da tua boca a me aquecer de Amor...

Espero que você venha, que você me sinta,
assim como eu te pressinto em cada respiração,
em cada sopro de vida do meu coração...

Ah, amor, doce menina de carinhos sonhados,
de instantes desejados e de uma vida que chora a tua ausência,
querendo nada mais do que mergulhar no teu olhar de mulher...

Se por algum instante na sua vida sentir o coração vazio de amor,
venha, se alimente dos meus sussurros de vida, que para você são amor,
um amor predestinado a ti e mergulhado na essência que nos faz... um só!


quinta-feira, 28 de abril de 2011

Beijos de Amor em Teus Lábios Macios


André Carim

Nossos caminhos vão se cruzar, e o beijo de amor,
aquele que os lábios traduzem em felicidade, irá realizar,
dentro de cada coração a mudança de almas num simples olhar...

Dos teus olhos irei sentir o calor que alimenta, que movimenta os meus olhos,
e em mim você irá notar a intensidade de amor que para ti eu guardei...
Só não vale desviar seus lábios quando minha boca quiser te beijar...

Imaginação que cresce quando fecho meus olhos, e no silêncio posso te escutar,
escutar bem baixinho dentro de mim você a me falar o quanto o Amor tem em comum
com o nosso jeito de tocar... um roçar leve de sua pele macia, como a brisa a beijar...

Seja você quem for, esteja onde você estiver... quando eu crio um poema é como se,
de alguma forma, eu pudesse beijar seus lábios macios...
e sentir todo esse amor que você vai ser para mim!


terça-feira, 26 de abril de 2011

Arrepio de um Beijo


André Carim

Quero agora, quero já, sentir o arrepio do seu beijo molhado,
escorregar meus lábios pelos teus enquanto nos amamos intensamente,
e saber que o arrepio que sinto é porque tua pele na minha nos faz um...

Quero sim, saber do teu amor por mim,
de cada suspiro de Amor e gemido de desejos,
que nos faz mais encantados de amor, um encanto que cresce...

Minha doce inspiração de sonhos e saudades...
Sonhos de uma realidade junto a ti, vivida no amor de nossas almas...
Saudades que sinto de ter a tua pele aqui, arrepiada por toques ousados...

Beijos intercalados que te desenham amor,
carinhos no suave vento de um sopro de vida que sai dos meus lábios
para a tua pele quente, fazendo de mim um arrepio de beijos molhados...

Onde a busca e o encontro tem o nome da mulher que eu amo...


domingo, 24 de abril de 2011

Crepúsculo de um Beijo Seu


André Carim

Te procuro por todo o dia e não te acho,
imagino os teus carinhos perdidos em mim,
e o teu perfume me domina por inteiro, me faz sonhar...

Apareces num sorriso meu de felicidade e o teu gosto eu sinto,
meus lábios anseiam por teus beijos molhados, insaciável momento
de um amor que ainda não aconteceu, mas que está marcado na minha alma...

Nosso encontro se faz em cada anoitecer, onde sinto no crepúsculo
o beijo sonhado e há tanto prometido que por um instante se realiza,
antes que você adormeça e eu fique no sonho de um céu cheio de estrelas...

E viajando em cada planeta, em cada constelação à tua procura,
de olhos fechados num sonho profundo de amor em que existe somente você,
linda, cheirosa, única... e os meus lábios à espera de um novo anoitecer para em teus beijos acordar...


sábado, 23 de abril de 2011

Respiro de Amor


André Carim

Me perdi suavemente na sua pele,
um aroma gostoso, sensação de lembranças e saudades,
de quando colados nos beijávamos e o tempo não existia...

A tua pele respira Amor, um amor daqueles de tirar o fôlego,
e transpira em mim a sua essência de mulher apaixonada,
me embriagando de ti, enquanto a brisa suaviza o calor que vem de nós...

Seus olhos fitando os meus, molhados de emoção
por estar diante de um sonho há muito desejado, e eu te pergunto
se por um instante você pode sentir o vento sussurrar o quanto eu amo você...

Sorri para mim, demonstrando que nada mais importa,
e que não é preciso ninguém dizer a você o que seu coração já sabe,
que num sonho real o meu coração pediu o seu em compromisso... prá vida inteira...


sexta-feira, 22 de abril de 2011

Adormecido de Amor


André Carim

O Sol se aproxima do poente, e a noite fria toma conta,
sobre o mar o sol se pondo é como se você, ardente,
deitasse sua pele sobre a minha, fria, necessitando de ti...

Fico observando o rei Sol se esconder atrás do oceano iluminado,
é como se eles se amassem todos os dias no mesmo horário, 
e passassem o dia inteiro ansiosos por estarem juntos...

E nos proporcionarem o mais lindo espetáculo, quando a noite começa
a ganhar vida, o dia adormece, da mesma forma que você silencia
nos meus abraços e beijos, apaixonados como ninguém mais...

O Sol se faz felicidade ao afagar o mar revolto, e o acalma para que a noite venha...
Assim como um suspiro de amor se deita sobre os lábios molhados que o aguardam,
sem demora, e se fazem amor... amor de você em mim, sacio minha sede na tua boca...


quinta-feira, 21 de abril de 2011

Pensamentos


André Carim

Uma noite escura, um Luar sem cor,
é como me sinto quando só me resta de ti
pensamentos e saudades... vento frio, corpo nu de você...

Meus pensamentos são assim, cheios de desejos por ti,
e meus lábios me lembram a todo instante, incansavelmente,
que roubastes além de meu coração o que na mente habita...

Sim, levastes contigo, naquele momento que te olhei pela primeira vez,
além do meu sentir, o meu pensar em ti, e meus olhos procuram ao longe
avistar você do jeito que naquele instante eu vi... linda, encanto... Amor!

No espaço que não me deixastes ainda conhecer existe,
e disso eu tenho certeza, o Amor que bate forte no coração, que grita,
e suplico que me devolvas meus pensamentos de Amor...

Pensamentos que são seus, totalmente seus...
Me devolva sim, amor, sem demora, cada segundo pensado em ti,
mas não se esqueça de junto dos pensamentos me trazer o beijo e o Amor que é você...

Se Você fosse uma Poesia...

André Carim

Se você fosse uma Poesia... que Poesia você seria?
Uma poesia desenhada nos beijos molhados, ou
uma poesia encantada nos sonhos de amor secretos?

Faria rima com a pele cheirosa, os lábios molhados e no toque suave?
Ou será que o perfume do teu corpo, a água da tua boca e o roçar dos pêlos
trariam inspiração ao poeta... e este de olhos fechados poderia te desenhar num instante?

Ah, mulher que provoca, menina danada, de amor sonhador,
de essência que viaja na brisa da noite de Lua cheia e me embriaga os sentidos,
molhada como o orvalho da manhã, na noite escura me alimenta de sonhos...

Se você fosse uma Poesia, queria ser eu a te escrever,
desenhar nas palavras o amor que você é, o desejo que você provoca,
e quem sabe assim você me amaria, me daria o beijo e selaria de vez sua vida na minha...


quarta-feira, 20 de abril de 2011

Gotas de Amor na Manhã


André Carim

Madrugada entre lençóis, unicamente eles a nos cobrir,
e nos meus beijos e abraços te agasalhas do friozinho que vem de fora,
que te arrepia a pele branquinha, mas não mais que meus sussurros ao teu ouvido...

Como um botão de rosa vermelha, você se desmancha em mim, úmida, latejante...
vejo em seu corpo quente gotas de amor deslizarem por sua pele, perfumadas de ti,
do teu cheiro de mulher, e meus lábios correm atrás de cada gota, bebendo em você o Amor...

Gemes baixinho a cada toque macio dos meus lábios molhados, da água que você provoca neles,
uma sede interminável de amar você, uma fome cada dia maior, um desejo de que, agora,
seja o momento que não termine, que você não se vá nunca, que eu possa ser em você...

De novo, e mais uma vez, até que no descanso de meu peito você se encontre,
que o meu toque nos teus cabelos perfumados te adormeçam, com carinho,
e os meus lábios procurem mais uma vez gotas de amor no seu prazer de ser minha...


terça-feira, 19 de abril de 2011

Sussurros


André Carim

Escuto o vento lá fora... é como um sussurro seu...
Desejos secretos de seus lábios me envolvendo com palavras,
com carinhos de arrepiar e beijos que fervem minha pele...

Preciso de ti aqui, agora, sua pele nua vestida do meu amor,
minhas mãos percorrendo cada detalhe, desenhando em ti carícias ousadas,
em busca do teu prazer, do toque de felicidade que é amar você...

Beijos que dão o ritmo do Amor que fazemos, que construímos em movimentos,
sensações que lançam no ar do quarto o perfume do nosso desejo, 
e eu me embriago no teu cheiro de menina, no teu gosto de mulher...

Um suspiro e um sussurro... quero teus lábios tão próximos de mim assim,
que eu possa escutar ao tocar neles o teu coração dizer 'eu te amo'...
Como se teus beijos fossem gritos, uma súplica para que o tempo pare... e nos faça mais uma vez... Amor!


segunda-feira, 18 de abril de 2011

Linda Inspiração

 André Carim   

Menina do olhar encantado, inspiração de uma manhã de outono, 
pele branquinha e macia, lábios que são um convite ao Amor... 
Mulher de sonhos que mexe com o coração, com o corpo e com a mente...   

Carinhosa como o toque de uma pétala de rosa, ainda molhada pelo orvalho, 
envolta em uma suave brisa, perfumada com a mais gostosa essência de menina, 
num instante observo calado, sem palavras, com os olhos hipnotizados , me rendo...   

Desejos de mulher ainda em corpo de menina, 
sublime instante que acelera o coração de quem te toca com um beijo, 
beijos molhados e famintos desses momentos junto a ti...   

Magia da manhã, despertar do Amor... 
Toda despedida de ti se faz saudades de algo que não existiu, 
mas torna real a vontade de descobrir nos teus segredos... o Amor!


Te Descobri Assim... Amor!


André Carim

A Lua já alta, dourada, encantada,
como o seu olhar, menina, cativante, sensual,
de um mistério tão fácil de desvendar, basta um beijo...

Um beijo sim, mas não um simples beijo... molhado, inusitado, roubado,
desses lábios que dão água na minha boca, um instante no arrepio
que me percorre todo ao imaginar sua pele na minha roçar...

Menina de encantos que a Lua me confidenciou esta noite,
me contou que te encontro em sonhos, realidade de toques macios
e de um turbilhão de sensações que meu corpo sente ao te olhar assim...

Linda, serena... um sorriso perfumado pela alma do teu olhar,
onde nossos mais secretos sonhos podem se encontrar... se realizar...
Tão próxima, brilho nos lábios... mas ainda distante do meu beijo de Amor!


domingo, 17 de abril de 2011

Coração de Amor


André Carim

Toques macios me fazem sentir o coração do seu Amor,
Amor que desenhas em mim com a suavidade dos teus beijos,
com os desejos compartilhados e vividos... sonhos de você...

Uma linda menina, uma carinhosa mulher de sorriso largo,
que teima em não admitir que sou eu que você quer,
mas que os teus olhos entregam, denunciam o que está a sentir...

Vem, quero sentir com você, agarradinhos numa tarde chuvosa,
melodia envolvente da chuva no telhado e nossos corpos envoltos um no outro,
lençóis amassados, carinhos ousados, beijos molhados no prazer do nosso Amor...

E no instante que o vento frio percorre o quarto, nos cerca de certezas,
não há lugar para o sombrio, nossos corpos são barreiras ardentes,
nosso amor se faz assim, aquecido na pele macia do teu corpo em chamas...

É como um beijo perfumado que dos teus lábios recebo em cada instante que nos amamos...


sábado, 16 de abril de 2011

De um Sonho de Amor


André Carim

Adormeci pensando em ti... e um vento perfumado entrou pela janela...
era você, que vinha até mim em ondas de sensações perdidas no ar,
e me afagava, me tomava de amor... e eu ali, inerte, adormecido, te amava assim...

Os dias são longos sem você aqui, é como se o relógio tivesse preguiça de andar,
e cada momento de saudades me mostrava a falta que você faz...
Vida que me completa, silêncio de nossos beijos apaixonados, molhados...

Posso pressentir a tua presença mesmo sem ainda conhecer os teus carinhos,
posso sentir o teu beijo quente, macio e molhado, mesmo sem meus lábios terem beijado você,
é como se em algum instante da minha existência eu tivesse te amado muito...

O Amor mais lindo, guardado te espera, adormecido no meu coração,
entregue ao tempo que é senhor de tudo, sim, o tempo,
que em algum lugar do espaço de vida se fará felicidade com você, em mim...


quinta-feira, 14 de abril de 2011

Suavidade


André Carim

Tuas mãos quem nem seda, igual suspiro suave
que me deixa atordoado e entregue a mais carinhos seus...
Suavidade e perfume na sua pele arrepiada por um carinho ousado meu...

Um vento frio acompanhado de um beijo ardendo,
molhado, impregnado do teu gosto e do teu cheiro...
Sabor de mulher, cheiro de mulher, desejo de mulher...

Mulher que se mostra menina... e logo depois... felina...
Sussurros aos meus ouvidos, arrepios causados por você, assim
tão minha, caminhando por meu corpo com tua boca sedenta, faminta...

E o roçar de nosso prazer, me puxas para dentro de ti,
me transforma, me transtorna, me possui por completo até que o dia,
num suspiro de vida, amanheça e nos descubra adormecidos... colados...


quarta-feira, 13 de abril de 2011

Anjo Caído... de Amor!


André Carim

Nesses teus lábios vermelhos, molhados... quero cair...
sentir o macio do toque, o arrepio no beijo e fazer amor
com a menina que tem o perfume do Amor!

Sorrir de felicidade, sentir o saber da eternidade,
ter a certeza do encontro que há tanto espero e desejo,
e te sentir por completo, num instante e mais adiante...

Saber que é real, que é verdadeiro o momento...
minha linda pequena, meu sonho se realizando depois, agora,
enfim, em todos os dias que a Lua nascer iluminando nós dois...

Cair em tentação, não resistir e me entregar,
sentir em ti o arrepio do meu amor, imensidão que se propaga em ondas,
ondas que percorrem nossos corpos colados... sim, caído de Amor... mas teu anjo!


domingo, 10 de abril de 2011

E você se fez... Amor!


André Carim

E você se fez... Amor!
Encantou o vento gelado do mar e o aqueceu com o teu luar,
iluminado na tua pele branquinha e trouxe até mim o teu perfume
de menina, na poesia de um olhar apaixonado...

Palavras que me ajudam a descrever cada arrepio causado
por meus lábios nos teus pêlos ouriçados... macios e cheirosos,
desenhos de um amor diferente de tudo que já senti...
sussurros do vento ao meu coração carente dos teus carinhos...

Um assobio que se assemelha aos uivos dos lobos em noite de Lua Cheia,
posso sentir com os ouvidos a tua alma gemer de saudades,
vibrando e me chamando a caminhar por tua pele sedenta de meus carinhos...

A madrugada já alta é a única testemunha de nossos corpos
nus entre lençóis brancos, depois do intenso momento vivido, 
dos desejos saciados, dos beijos molhados, a calmaria de você em mim,
agarradinha, adormecida, encantadoramente... Amor!


sábado, 9 de abril de 2011

Vem pro meu mundo...


André Carim

Vem pro meu mundo, traz o seu mundo, olhar que me encanta,
me abraça forte, me beija com seus lábios molhados de tua essência,
deixa que eu tenha mais uma vez nos braços... o mundo!

Sublime magia, sensações que vibram na sintonia do nosso amor,
corpos suados, colados, suplicantes de mais amor, de mais tesão...
de um instante parado, eterno, aguardando mais movimentos de desejos...

Por onde quer que eu ande o vento traz, iminente, a sua presença,
o cheiro daquela tarde de outono, chuva fina lá fora embalando o momento,
tornando para sempre lembrado o dia que mais uma vez eu te amei...

E a saudades que me domina, o desejo que me arrepia,
tudo está em paz quando sinto a tua presença no meu mundo...
e o teu mundo me toma por completo, suavidade da minha menina...


Adormece, Amor!


André Carim

Colo aconchegando, carinhos sinceros,
magia no ar, perfume que embriaga meus sentidos...
o sorriso mais lindo que já vi... coração disparado e eu...
querendo provar da tua pele embebida de prazer!

Agora, nesse instante, deu vontade da sua pele encostada na minha...
quem sabe a pele que reveste nossos lábios, melhor ainda seria se eles,
encostados, num beijo molhado saciasse essa minha sede de você...
mulher do abraço que aconchega, que abraça seu mundo de amor...

Doce refúgio, tentação ingênua, desejos secretos que se revelam,
percebidos no sugar de dedos, no toque que arrepia, pensamentos secretos,
percorrer as curvas do teu lindo corpo, alimentando a vontade de ficar pertinho,
de amanhecer nos seus carinhos... de saber que a felicidade se resume a você!

Nesse amontoado de cores, de sentimentos... é onde nosso amor mora,
onde ele pulsa, onde ele se alimenta... e nos alimenta um do outro,
onde a lágrima fica tão leve, a dor quase não existe, onde vive o nosso Amor!

Como poderia não te amar com tanta doçura, com tantos desejos,
se no dia que nossos lábios se beijaram eu percebi que nada se compara
à vida que vem da mulher que é o amor da vida da gente...

Não há visão mais linda do que nosso amor adormecido em nosso abraço...


quarta-feira, 6 de abril de 2011

Na Tua Sintonia


André Carim

Embalado pela melodia da tua voz... me aproximo,
um beijo suave, um carinho ousado, um sussurro e
sinto tua pele toda arrepiar... e os teus olhos fechados anunciam...

Seu perfume dá o tom do desejo, mostra o segredo escondido,
menina carinhosa, magia e encanto, suspiro de vida que agora,
sem demora, cola em mim o calor que provocamos juntinhos...

Seus lábios ficam secos, pedindo os meus molhados,
beijos e mordidas, sensações gostosas e... mais arrepios e desejos,
incontidos e afoitos, como nossas mãos que descobrem caminhos...

Percorrem sentidos, anunciam prazer e... Amor!
Sim, quando nossos corpos se aproximam, nossas bocas se beijam,
e no ar fica impregnado nosso cheiro misturado... com certeza é o Amor que nos envolve!


sábado, 2 de abril de 2011

Eu Quero Ser Prá Você!


André Carim

Eu quero ser prá você...
como a Lua cheia que caminha pelo céu, levando calor
ao coração de quem ama... seu brilho ilumina, sua forma fascina...

Eu preciso ser prá você...
caminho de Amor, sensações de vida, olhar de felicidade,
que te aconchega, que te adormece com beijos e te protege e anima...

Eu quero sentir você...
num instante apaixonado, numa eternidade iluminada, num suspiro
de vida, que vem depois do arrepio que tua pele provoca e me alucina...

Eu quero ser prá você...
sorriso inquieto, mãos trêmulas, voz que teima em não dizer tudo aquilo
que o meu coração suspira para minha alma que é toda Amor e... Você!


  

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Descobri no teu sorriso...

André Carim


Descobri no teu sorriso uma chama,
brilhante que me chama, que me inflama e me faz sonhar...
Sonhar que é você, que é amor, que é... felicidade!

De verdade agora só o teu sorriso,
esses teus olhinhos que me fascinam, que me desvendam,
e me encaminham até sua boca macia e gostosa... molhada!

Saudades de você assim, tão minha, tão suave,
como uma brisa de outono, mas que não me deixa sentir frio,
me aquece e faz amor comigo nos toques, nos beijos, nos carinhos...

Devagar vou te descobrindo, o que existe por trás desse olhar tão lindo,
que me desenha de um jeito lindo que somente você vê...
E me mostra que o Amor nada mais é do que você e eu!



Gosto de Amor


André Carim

Amor tem gosto sim, sabor que encanta e alucina,
tem sabor de você junto a mim, gosto de beijo molhado,
sussurros ao pé do ouvido, arrepios por todo o corpo, e
um sorriso lindo a brilhar nos meus olhos enamorados de ti...

Surpresa gostosa quando te vejo assim... me olhando...
definindo cada instante de minha respiração ofegante, ou não,
um perfume que inebria, contagia, desenha na atmosfera que nos cerca
suas intenções para comigo... ah, e que más intenções mais gostosas...

Beijo tua mão, seus lábios se entreabrem, pedem os meus,
num beijo gostoso que se aproxima de acontecer... mas antes, um pouquinho só,
nos olhamos, deciframos o que queremos e enfim... nos beijamos...

Sua pele roçando na minha, suavidade dos teus toques macios,
como uma pétala da mais linda rosa... tua pele branquinha me provoca,
e no teu amor eu deixo a brisa sussurrar de leve nos teus ouvidos: eu amo você!