domingo, 28 de fevereiro de 2010

Beijo de Amor


André Carim

Olhando tua boca imaginei um beijo de Amor...
teus lábios vermelhos mais se parecem com um coração
molhado pelo desejo e pulsante... minha imaginação viaja
nessa vontade de a tua boca beber...
Um sopro leve já me faz embriagado de você...
e o perfume da tua pele fica impregnado quando me beija
apaixonadamente o corpo...
Já não sou somente um coração que sente, me tornastes
um coração à flor da pele, num arrepio de vida que me percorre
quando as tuas mãos viajam, como as minhas, por segredos
que anseiam serem descobertos...
O calor do teu corpo se mistura ao do meu enquanto nos amamos,
em meio a lençóis amassados... e no roçar do Amor nos tornamos um só,
estou finalmente em você... enquanto esses teus lábios-coração
me beijam, o Amor que fazemos nos torna Lua e Mar, apaixonados,
entregues, desesperadamente... felizes!

sábado, 27 de fevereiro de 2010

Lua Escondida de Mim!


André Carim

Cadê a Lua brilhante para iluminar nossos corações,
encher de vida e encanto o teu olhar,
fazer com que ele brilhe o suficiente para
que minha alma se sinta aquecida do teu amor...
Cadê a Lua ardendo dentro de mim,
tirando-me todo o ar,
tornando-me instante apaixonado para amar... Você!
Cadê a Lua feiticeira, que num passe de mágica me apresenta...
o Amor... do teu sorriso Amor!
Ela está no céu,
escondendo-se entre as nuvens,
contudo presente no toque de nossos lábios sonhadores
 e sedentos um do outro...
os meus emitem um som à Lua... um suplicante grito...
Te quero agora, Anjo de Amor!

Lua de Fogo


André Carim

Aos poucos o céu escurece... mas não por muito tempo...
Uma Lua ardente surge no infinito e banha tua pele nua,
reflete em ti todo desejo que o meu corpo clama...
Ardente momento em que me aproximo da tua pele quente,
me queima de Amor quando meus lábios procuram tua boca seca,
e te molho com meu prazer...
Meus olhos observam cada pedacinho de ti,
e minhas mãos encontram no teu sexo molhado o gemido
de prazer que desprende de tua boca quando toco-a com tesão...
Te beijo ardentemente, me pedes que cole meus lábios no teu gozo
que se anuncia... e bebo em você da água da felicidade...
Me lambuzo em ti e me perco de Amor no teu gosto...
No céu a Lua já alta e cor de fogo ilumina nossos corpos suados
pelo amor que fizemos... repouso nos teus seios minha boca, e novamente
te excitas... me excito... te procuro novamente... meus lábios tua boca,
meu corpo teu corpo... nos misturamos em alucinantes instantes de Amor...
Novamente bebo em você o Amor que tanto sonhei... novamente o descanso,
agora você encostada no meu peito respira tranquila enquanto
minhas mãos passeiam por teus cabelos... te beijo com carinho... te mostro
que meu Amor por ti cresceu mais... se torna cada instante mais presente...
na batida de nossos corações a certeza do futuro sonhado... Amor!!!




More Brasilian Musica

domingo, 21 de fevereiro de 2010

Faz Amor Comigo, Amor


André Carim


Hoje a Lua ardente se mostra no céu infinito,
e dela se desprende uma névoa que denuncia
todo Amor que existe nesta vida por você...
Vista-se de vermelho e me convida, Amor,
me chama para que te cubra de beijos apaixonados,
e que a mesma névoa se desprenda de nossos corpos
ardendo ao fazermos amor, e o perfume de nosso desejo
fique pairando no quarto inebriando dois anjos amantes...
A tua pele anseio o toque, o teu corpo gostoso e a tua boca
molhada me farão perder o ar, me afogando em você sem
que possa resistir a ti... Quero viver morrendo de Amor,
mas somente se da tua boca eu nascer de novo num
beijo de Amor e saciado enfim de Você, Amor da minha vida!!!

Dá-me a tua boca, amor, cola teu amor no meu amor


André Carim

Fecha teus olhos, amor,
deixa que o vento aos teus lábios se aproxime,
sinta um leve beijo de coração roçar-lhe delicadamente...
a luz da Lua são meus olhos que te procuram,
para roubar-lhe esta noite e trazer você até mim...
mas deixe um bilhete dizendo que fostes raptada
pelo amor do meu coração,
e que não será pedido resgate algum,
que você irá, finalmente, ficar aconchegada nos abraços e beijos
de um apaixonado coração...
e faremos amor a cada toque de nossas bocas sedentas
e enfim saciadas

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

No horizonte eu quero te namorar


André Carim


No horizonte da Vida amanhece o Amor
Lindo, radiante, intenso, aquecendo a quem
de todas as formas sonha viver com ele no coração...
O coração pulsa, grita, se faz suave melodia
aos ouvidos de quem ele ama, melodia linda vinda
bem do cantinho onde se esconde o Amor da vida...
Eu quero te namorar a vida inteira, fazer com que
os raios do meu amor iluminem nosso juntos estar,
eternos enamorados de corações pulsantes de uma
felicidade imensa, regada pelo sentimento surgido
da alma da vida, onde nossos caminhos se tornaram unidos...
Um entrelaçar de mãos, de bocas ávidas por beijos de Amor,
um enroscar de corpos que se fazem amor, no amor
que deles se desprende... molhados pela essência do desejo,
onde bebemos um no outro, na fonte que jorra de nossos
poros... bebemos no cálice sagrado do nosso Amor...

Passeio do Amor


André CArim

O amor passeia por ti, como encantamento
que brota de dentro, percorre teu rosto,
reflete-se nos teus olhos, desce até teus lábios,
e transforma meus lábios em suave sensação...
Passeia por teu corpo, contorna tuas curvas,
sente o calor que provocas quando amas,
quando te tornas intensamente flor...
Flor que alimenta minha fome, fome de você,
sacia minha sede com teu prazer, com tua entrega,
suave e delicada flor que acaricia minha pele,
impregna meu corpo com teu doce perfume,
hoje, amanhã, sempre...
Perfume com cheiro de vida, com cheiro de mulher,
menina que aspira o ar que brota dos meus pulmões,
que devolve num beijo ardente a vida ao meu coração...
Coração que pulsa descompassado nos teus abraços,
abraços apertados e cheios de amor, amor que agora
fazemos, que agora criamos, e nele nos perdemos...

Sou Poema


André Carim

Sou Poema que corre o mundo, que adentra
tuas veias, se mistura no teu sangue e
atinge em cheio teu coração...
Em cada dia de Chuva meus poemas
tentam trazer-lhe um pouco de Sol, para que
o teu coração se sinta aquecido, protegido...
Momentos eternos se constroem quando
duas metades se encontram, seja de qual
forma for, se pressentem, se fazem magia e
contagiam outras metades, outros corações...
Se da vida a gente só leva a vida que a gente leva,
que maneira mais linda é levar durante a vida
momentos que tocam os corações, e fazem de
outras vidas felicidade, amor, e amizade!

A Lágrima, o Amor


A manhã se aproxima...
Acordo você com um beijo carinhoso e sussurro no teu ouvido,
Bem baixinho... vamos fazer amor... agora...
Você, ressonando ainda, se vira e minha boca beija...
Digo que te amo, suspiras e me  arrepio todo...
Busco com minhas mãos cada parte de ti,
Onde esperas ansiosa que te toque
Onde suplica-me que te beije...
Movimentos aceleram, nos tornamos um só,
Aos poucos nosso prazer se transforma, nos toma por completo,
Mãos e bocas descobrem muito mais, coisas que só o Amor conhece,
Faz deste momento único um imenso mar de Amor...
Uma lágrima verte de nossos olhos, mostra que o Amor permanece
Mesmo quando nossos corpos descansam colados...

André Carim

Inconfessável



André Carim


Teus olhos mostram o que tua boca não diz,
foges de mim, não dizes o que eu quero ouvir
de ti, o que meu coração escuta do teu...
Não descobristes ainda o que pulsa na tua alma,
não consegues ver que sou eu que aí está?
Habitando num cantinho a espera do teu chamado,
a espera de você me olhar, me notar, e não mais
fugir de tudo que você também sente, que você sabe
que mesmo não confessando por teus lábios, teus
olhos e o bater do teu coração me dizem, me sondam,
me sentem, e transformam os instantes de vida
que nossos corpos transmitem em Amor, em um,
não, em vários inconfessáveis desejos, mas claros
sentimentos infinitamente cheio de nós dois...

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Toca-me com teu Beijo


André Carim

Meus olhos tanto procuraram e finalmente os teus
encontraram...
Minha boca pela tua tanto sussurrou ao vento... e
finalmente o doce dos teus lábios nos meus está...
Olhando prá você sorrindo me arrepio todo, uma sensação
gostosa percorre todo meu corpo imaginando o que seria
o toque da tua pele...
Quero em todos os instantes o perfume que dela vem fique
impregnado na minha pele... como se fosse um beijo de Amor
de teu corpo em brasa, ansioso pelo toque de minhas mãos...
Quero me perder uma noite inteira... e depois a vida toda
no teu fazer amor, beijos molhados e ardentes que aos meus
lábios incendeia a cada roçar suave dos teus...
Ah, menina, me toma por completo e me olha de perto com
esses olhinhos apertadinhos mas que me enxegam por completo,
percorre-me todo com essa tua boca macia, provocando arrepios
de desejos incontidos para por fim, enquanto nos amamos, colar
o teu sorriso no meu, como presente dos céus a esse encontro lindo
e recheado de nosso verdadeiro Amor... 

Ausência Tua


André Carim

É fria a madrugada sem você aqui,
o vento que entra pela janela congela os lençóis,
denunciando que o teu calor não está comigo...
Um arrepio toca-me a pele e percorre todo meu corpo
ardendo de Amor por você... mas mesmo assim sinto frio...
Um frio dilacerante na alma, suplicante dos teus toques quentes,
dos teus toques macios na minha pele carente de ti...
A Lua alta ilumina o quarto todo, mas não vejo você além de
dentro de mim... saio a tua procura, vou de encontro ao mar
para não lembrar você, mas o vento que dele vem me traz o que
eu quero esquecer... pelo menos para que o frio se vá...
Nos teus braços é o meu lugar, aquecido e entregue...
Quando amanhecer quero viver do teu sorriso,
quero viver do teu olhar... quero viver do teu Amor!


Vestida de Perfume


André Carim

Te imagino assim, vestida somente com o perfume de uma rosa,
extremamente linda e perfumada com a maciez de uma pétala...
Me envolvendo em aromas inebriantes e intensos desejos de Amor...
Te fazes linda menina com o olhar suplicante de beijos ardentes,
lábios molhados que se movimentam pelos meus secos pela brisa
que me deixa sedento da vida que vem da tua boca...
Alimenta-me de você, sacia minha fome e minha vontade de viver...
Deixa que te vista das pétalas desta rosa única e cheirosa chamada... Amor
onde deposito todo desejo e toda ansiedade por mais beijos teus...

Suspira, Amor!

André Carim

Suspira, amor, suspira imaginando o gosto de um beijo nosso...
Fecha os olhos e me sinta, me pressinta, me torna Amor do teu Amor...
Nascestes de repente na minha vida, viestes trazida na aurora do
sentimento mais intenso e lindo que existe... sentimento de alma,
de vida, de intensidade e eternidade...
Chegastes e ficastes quietinha, aquecendo um coração carente,
impulsionando-o à luta por algo desconhecido mas sentido, algo de valor
que ardentemente se faz chama, se faz... Amor
Sim, Amor é chama, precisa ser alimentado, sempre, ilumina enquanto
se reflete em outro Amor, e os dois se fazem um só, dois seres
que são unidos pela alma, pela alma do coração...
Ah, quem me dera neste momento sentir você suspirando no meu ouvido,
enquanto minhas mãos dão o ritimo do amor gostoso que fazemos...
Beija-me agora, Amor, beija-me e me dá a tua seiva, alimento do meu coração!

domingo, 14 de fevereiro de 2010

Ah, o Mar...

André Carim

Essa noite sonhei com o mar...
Mas neste sonho além dele estava você...
Naquela tarde sentamos à beira-mar e juntos ficamos
Tão próximos estávamos que podia sentir teu corpo vibrar...
Fizemos amor ali mesmo, envolvidos pela melodia que
Vinha das ondas quebrando na areia, molhando nossos pés...
E descobri naquele momento que fazer amor com você
É como ouvir o mar... uma tranqüilidade infinita entre almas...
E acima de tudo um furacão de emoções que se transformam
A cada toque, a cada beijo, a cada respiração mais ofegante...
Naquela tarde nossos lençóis eram a areia branquinha,
Que guardaram em seus grãos o momento de Amor que nos tornamos!

Loucura... mais um pouco...

André Carim



Dormir ao teu lado é tudo que sonho
tudo que meu corpo clama, um encontro,
esperado o dia todo, mas quando estamos juntos
dormir é tudo que não fazemos...
São beijos apaixonados, beijos apaixonantes,
mãos pelos nossos corpos, ardendo, pulsando,
nossas bocas coladas, molhadas, línguas que
se encontram e novamente se procuram...
Amor que fazemos, amor que nos tornamos,
toda loucura de dois amores enroscados,
um só, colados pelo sabor que dos corpos suados
se desprende, percorre nossos lábios, nossos sexos,
e nos leva à loucura, tudo, mais um pouco...

Teu Olhar

André Carim



Ah, o teu olhar, que ao meu fascina,

e como as estrelas brilha, intenso na

minha direção, trazendo do coração

todo o Amor que a ti consagro...

Ah, o teu olhar, que em mim se faz

intenso fogo, imenso calor que até

a minha alma se rende aquecida de amor...

A Lágrima, o Amor

A Lágrima, o Amor

A manhã se aproxima...
Acordo você com um beijo carinhoso e sussurro no teu ouvido,
Bem baixinho... vamos fazer amor... agora...
Você, ressonando ainda, se vira e minha boca beija...
Digo que te amo, suspiras e me arrepio todo...
Busco com minhas mãos cada parte de ti,
Onde esperas ansiosa que te toque
Onde suplica-me que te beije...
Movimentos aceleram, nos tornamos um só,
Aos poucos nosso prazer se transforma, nos toma por completo,
Mãos e bocas descobrem muito mais, coisas que só o Amor conhece,
Faz deste momento único um imenso mar de Amor...
Uma lágrima verte de nossos olhos, mostra que o Amor permanece
Mesmo quando nossos corpos descansam colados...

André Carim

Sensível Aroma...

André Carim


Este que dos teus cabelos vem, que eu, ao fechar os olhos

posso sentir nitidamente o sabor...

Ah, que delícia sentir esse perfume na tua pele, bem próximo

ao teu pescoço... e roçar-lhe a nuca com meus lábios...

Sentir que um arrepio percorre-lhe a espinha... e um gemido

suave salta de tua boca enquanto a minha para a tua se encaminha...

Coladas, grudadas... que delícia é poder sentir o aroma que

de ti exala... perfume de pele, sensível, carente de meus toques...

Toques de meus lábios molhados, de meu corpo aquecido pelo teu...

Desejos à flor da pele... sexos unidos enquanto bocas dão o ritmo do amor...

Tua boca, Alucinante Poesia

André Carim


Tua boca, ah, essa tua boca,
Que a noite toda me perseguiu...
Que o meu corpo todo possuiu...
Essa tua boca, alucinante poesia
Quando repousa na minha, fazendo
Delirar, molhando o Amor em nossos lábios...
E o que dizer do teu corpo, colado, grudado ao meu,
Queria que o tempo parasse, que o relógio não andasse,
Para que esse momento eterno se tornasse...
Eterno como o sentimento que meu coração pulsa por ti,
Imenso como o oceano, que grita pela Lua, quase tocando-a
Com suas ondas no horizonte iluminado...

Você Refletida em Mim

André Carim

 
Da janela do meu quarto fico admirando...

A Lua, a noite, os meus pensamentos...

E em cada um deles encontro a tua face,

Me olhando de longe, me olhando de perto...

Um perfume suave toma conta da brisa,

Que me envolve e acalenta...

Fecho os olhos pra não ver o tempo passar,

Querendo sim que ele pare...

E que nos teus beijos eu me deixe levar...

Os lençóis da nossa cama, vazios, suplicam...

Chamam por nós dois, por nosso Amor...

Por nossos corpos suados no ritmo da paixão...

De novo abro meus olhos, não estou sonhando...

Refletida na minha retina, não mais na Lua e na noite

Está você... linda, sensual, e tua boca molhada me chama...

A minha sedenta de você agora contorna todo teu corpo

Em busca do alimento que de nós irradia ao fazermos Amor!

Toque dos Teus Lábios


André Carim

O toque do meu lábio na tua boca macia,
a vontade de beijar-te não termina,
pelo contrário, aumenta mais e mais,
e aos poucos vou fechando meus olhos
na esperança de sentir teus beijos molhados
e tua essência de Amor me aproximo do
mundo dos sonhos, onde tudo é real quando
tenho você perto de mim...
E teu amor me faz viver, na busca insensante
dos teus carinhos, da vida que encontrei em
mim no dia em que você nasceu no meu peito,
no meu coração, e se tornou meu mundo de Amor!
Te Amo mais e mais!!!!

Vento

André Carim

Vento intenso, que venta e me leva,
Me leva pros teus braços, pros teus beijos...
Do que adianta viver se não for prá vc!
Vento úmido, molhado de Amor por você,
Que toca tua pele e arranca o perfume, e
Venta de volta te trazendo um pouco prá mim!
Vento intenso, que venta e te traz
Pros meus braços, e me inunda de teus beijos!
Vento Amor, que existe porque você existe,
Que encontra no teu coração a mim, e no meu, você!
Vento que liga, que une, que atrai nossos corações,
nossas almas, nossas eternidades...
Com um beijo de Amor sela duas vidas, tornando-as
uma só realidade de Amor! Te Amo!

Doce Sensação

André Carim



Teus lábios molhados brilham e me convidam
a sentir essa doce sensação de um beijio teu...
Os meus lábios se fazem secos e um arrepio percorre
minha espinha no momento que imagino o teu beijo selado,
desejado e intensamente provocante...
Sensações meu corpo experimentam quando beijo essa
tua boca vermelha e molhada, como a pétala de uma linda rosa,
logo cedo ao amanhecer ainda úmida pelo orvalho da madrugada...
Neste intervalo de tempo entre a noite e o alvorecer estávamos,
deliciosamente envoltos um no outro, perdidos na canção do Amor
que fazíamos, e pelo quarto nossos perfumes misturados davam
o ritmo para o prazer... acelaradamente juntos nos amávamos,
e junto à chegada do Sol que aquela umidade toda levava embora
você adormecia nos meus braços, iluminada no corpo todo
pelos toques doces que minhas mãos da tua pele sentia,
irradias, menina, um sublime sentimento chamado Amor!

sábado, 13 de fevereiro de 2010

Suavidade


André Carim

Suavidade na ponta dos teus dedos ao percorrer meu corpo
suplicante dos teus carinhos, do teu amor...
Suavidade nos teus lábios molhados, ansiosos pelos meus,
queimando de paixão, de desejos, de Amor...
Suavidade nos teus olhos que os meus refletem,
como se nossas almas se falassem por eles...
Suavidade de dois corações amantes, amor, carinhos,
batendo no mesmo descompasso de corpos ardendo...
Suavidade na respiração que sinto no meu pescoço,
provocando arrepios enquanto fazemos amor...
Suavidade de toques, de beijos, de respirações e no
brilho dos olhos a certeza que AMO somente VOCÊ!!!

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Coração, Pensamentos, Amor Finalmente


André Carim


Acho que hoje à noite você não vem...
O céu nublado denuncia que o brilho dos teus olhos
não mais ilumina o meu caminho e não reflete de beijos
o meu coração ansioso pelo toque macio da mais linda flor...
Ontem, ainda me lembro, sentia o teu perfume que deixastes
em meio aos lençóis, onde estivestes envolvida e a me envolver
de desejos, de sensações nunca imaginadas...
O teu cheiro se transformou na essência do meu sentir, assim
perfumando de vida uma vida solitária e que a ti busca...
Fecho meus olhos para tentar vislumbrar tua face doce, teu sorriso
de menina e o calor do toque de tuas mãos macias...
Eis que no céu dos meus pensamentos a Lua de novo brilha e clareia
de Amor o meu coração... são teus olhos que me buscam e me dizem
que não fostes embora de mim, que sempre estarás presente e
que a vida que eu imaginava se transformou e se tornou... Você, Amor!

Dos teus lábios o beijo



André Carim

Guardei nos lábios o beijo que você não me deu...
senti que o vento me tirava ele dos lábios, como se de ti
me afastasse, me tirasse, me perdesse...
Minha boca seca de ti clama por mais um beijo, dado com Amor,
real e intensamente vivido...
De que gosto será feito o teu beijo? Macio como a pétala de uma rosa,
molhado como um banho de mar e ardente como o fogo que me consome
porque longe de ti estou, longe do teu sentir, dos teus toques no meu rosto...
Desejos de suas mãos macias me afagando os cabelos enquanto tiro de você
o último suspiro de um Amor feito na eternidade de duas almas amantes,
ofegante você se mostra, sem fôlego me deixa, imortalizada nos meus
olhos se faz, posso sentir nos teus olhos o desejo realizado e
o Amor concretizado... Te quero, minha, vem Amor!!!

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Silêncios que Ecoam



André Carim

Menina de poucas palavras... mas afinal, com um sorriso desses,
para que palavras... iluminas mesmo sem querer, na verdade da
tua alma de mulher misturada com de anjo...
Linda, encantadoramente linda, imagino no toque a suavidade
de uma pétala de rosa, perfumada como tal, única, sincera...
Dos teus sonhos na madrugada irradiam uma brisa suave, que
te traz a bailar no vento, encaminhando-se até um beijo, selado,
calado, molhado... ao céu azul todo teu mistério se propaga,
como vagalumes iluminando a noite iluminas meus olhos
para que a ti possam vislumbrar...
Do que és feita além de alegria, amor e sorrisos?
Descobertas provoca a quem insiste em desvendar-te...
e o prêmio maior... a única vitória possível... o teu Amor!